Categories: Noticias

The Last of Us: Part II – Diretor evita polêmica sobre matar cães

Conforme foi apresentado no gameplay liberado ontem, The Last of Us: Part II terá um boa série de cães perseguindo os jogadores. Para escapar dos caninos furiosos, será necessário “dibrar os doguinhos” ou matá-los. Bem, foi por conta dessa segunda alternativa que uma grande polêmica começou…

No Twitter, Neil Druckmann, diretor do jogo, teve que esclarecer o fato de que ninguém é obrigado a matar animais no jogo, como algumas reportagens sugeriram. Obviamente, a intenção do diretor foi eliminar qualquer interpretação equivocada. Confira…



Como pôde perceber, o game não irá forçar ninguém a ferir os animais. As decisões pertencem aos jogadores (ponto). Certamente, as entidades protetoras dos animais iriam ficar de olho e repudiar o game, caso isso fosse uma obrigatoriedade. Enfim, parece que um problema maior foi evitado.

Advertisement
Yohan Bravo

Gamer desde a era do Super Nintendo. Soprava as fitas para fazê-las funcionar! Teresopolitano, escritor fantasma, desenhista e romancista nas horas vagas. Curte animes, jogos de RPG (ama a série Tales of) e é viciado em aprender.

Notícias recentes

Need for Speed: Hot Pursuit Remastered é registrado na Coréia

A existência de Need for Speed: ​​Hot Pursuit Remastered agora parece ser um segredo de…

4 meses atrás

Watch Dogs 2 está de graça na loja da Epic

De hoje (17) até o dia 24 de setembro, mais três ótimos jogos estão disponíveis…

4 meses atrás

Prince of Persia: The Sands of Time Remake é revelado oficialmente

Ele está de volta! Após 10 anos sem aparecer em jogos principais, a Ubisoft anuncia…

4 meses atrás

PS5 pode ser lançado em 19 de novembro

Com a Microsoft tendo finalmente revelado os preços e detalhes de lançamento do Xbox Series…

4 meses atrás

Confira o trailer de Call of Duty: Black Ops Cold War

Call of Duty: Black Ops Cold War acaba de ganhar o trailer de revelação que…

5 meses atrás

Bolsonaro utiliza tema de Super Mario, Sonic e Alex Kidd em propaganda política

2020 está cada vez mais estranho e, como se a pandemia da COVID-19 não bastasse,…

5 meses atrás