Remakes e Remasters: a “Nova Moda da Indústria dos Games”

“Remakes… Remasters”… Essas duas palavras representam conceitos que têm sido explorados de forma massiva no mundo dos games. Nos últimos anos, grandes estúdios da indústria resolveram apostar no “revival” de jogos “antigos”… e a fórmula tem dado muito certo.

Títulos Remake ou Remaster têm surgido aos montes e muitos deles já conseguiram alcançar impressionantes números de vendas e belos prêmios. E, sinceramente, para um gamer mais veterano (em alguns casos, nem tão veterano assim), ter a oportunidade de reviver momentos nostálgicos (apresentados com uma nova roupagem), é algo impagável.

Enfim, diante de todo o sucesso dos Remakes e Remasters, não seria exagero algum dizer que a ideia de criar jogos desse tipo já se tornou uma nova “Moda da Indústria dos Games”. Sendo assim, para ilustrar as minhas teorias acerca desses tipos de jogos, eu criei uma pequena lista com 10 exemplos perfeitos.

Como bônus, eu criei duas listas extras, com alguns Remakes e Remasters que estão a caminho e alguns games que eu sonho em ver revividos por essa nova moda. Isto é, temos aqui um post repleto de ideias audaciosas e muito nostálgicas. Portanto, não deixe de conferir até o fim… vamos começar?

Remakes e Remasters: definições e diferenças

Curiosamente, para quem gosta de conspirações e coincidências, muitas palavras iniciando com a letra “R” são utilizadas para classificar certos tipos de games. Temos os termos: Remake, Remaster, Reboot, etc.

E a explicação para essa curiosidade é, na verdade, muito lógica e literária. Veja bem, o prefixo “RE” possui, segundo indicam as gramáticas, três significados:

  • Repetição (reler, refazer…);
  • Reforço (revigorar, rebuscar…);
  • Retrocesso (retornar, reiniciar…);

Com base nessas informações, não fica nada complicado entender os conceitos definidores dos termos Remake e Remaster… Ainda assim, poderíamos definir e diferenciar as ideias da seguintes forma:

  • Remake: refazer. Nesse caso, temos um game que é totalmente refeito, seguindo ou não as bases estabelecidas pelo título original;
  • Remaster: remasterizar. Nesse caso, temos um game que foi completamente otimizado, mas permaneceu o mesmo (em sua essência). O áudio, os gráficos, as mecânicas e outros elementos são melhorados, mas o game em si não é alterado drasticamente.

Em ambos os casos, a nostalgia é um fator determinante. Afinal, é muito difícil um gamer “olhar para o passado” e não se lembrar de jogos que marcaram sua vida. E as desenvolvedoras sabem disso.

Essa ideia de “reviver” momentos nostálgicos, adaptando jogos “antigos” à realidade atual do mundo dos games, têm ganhado força. Nesse sentido, os exemplos que eu separei abaixo são perfeitos. Confira…

10 exemplos da “Moda dos Remakes e Remasters”…

OK… agora que você sabe muito bem o que é remake e o que é remaster, podemos abordar os conceitos de uma forma mais prática. Como irá perceber, separei abaixo 10 grandes títulos que se encaixam na “Moda dos Remakes e Remasters” e ilustram perfeitamente os conceitos apresentados acima.

Detalhe: eu apenas incluí títulos que foram lançados nos últimos anos. Optei por seguir esse padrão exatamente para poder ilustrar como a “moda pegou” na indústria. Acompanhe o “poderoso combo”…

Shadow of the Colossus

Para abrir esta lista de grandes Remakes e Remasters, nada melhor do que citar o poderoso Shadow of the Colossus. Esse game é o exemplo definitivo dos conceitos que estamos abordando neste post. Digo isso, pois o jogo, que foi lançado em 2005 (para o PS2) foi alvo de um Remaster e de um Remake.

A versão Remaster de Shadow of the Colossus foi lançada em 2011, para o PlayStation 3, e apresentou melhorias significativas, especialmente na parte gráfica. O projeto foi desenvolvido pela Bluepoint Games, que é uma desenvolvedoras especializada em Remakes e Remasters.

Aliás, a versão Remake de Shadow of the Colossus também foi desenvolvida pela Bluepoint. O game foi lançado em 2018, como um exclusivo do PS4. E, claro, encantou com uma apresentação digna da grandeza do game. Que aventura!

Spyro Reignited Trilogy

No caso desse exemplo, não temos um exemplo apenas… temos três. Isso mesmo! A Spyro Reignited Trilogy, lançada em 2018, é uma coletânea de Remasters que contempla os três jogos originais da franquia Spyro: Spyro the Dragon (1998), Spyro 2: Ripto’s Rage (1999) e Spyro: Year of the Dragon (2000).

Os três clássicos jogos de aventura e plataforma brilharam no primeiro PlayStation e conseguiram conquistar uma boa legião de fãs. Por conta disso, quando os Remasters foram anunciados, a comoção na comunidade gamer foi grande.

Felizmente, a Spyro Reignited Trilogy fez justiça aos títulos e apenas reascendeu o brilho das jornadas do icônico dragão. Essa trilogia fez as memórias desbotadas (por força do tempo) ganharem cor novamente. Um belo trabalho dos desenvolvedores da Toy for Bob e da Activision.

MediEvil Remake

Falando em clássicos jogos de aventura do primeiro PlayStation, eu não poderia deixar de lembrar do Remake de MediEvil. Essa nova versão do clássico game de 1998 foi lançada no fim de 2019 e conseguiu, mesmo sendo um Remake, ser muito fiel ao título original.

A história do cavaleiro Sir Daniel Fortesque marcou as memórias de muitos gamers. Quem não se lembra de ter experimentado o jogo ainda no CD de demonstração do PS1? Eu me lembro… e lembro de ter gostado do game já naqueles primeiros minutos preciosos.

Em MediEvil Remake, vemos construções belíssimas e alguns adicionais bem interessantes. O trabalho dos desenvolvedores da Other Ocean Emeryville foi impecável. Certamente, a Sony ficou muito feliz por poder adicionar esse belo título à lista de exclusivos do PS4.

Final Fantasy VIII Remastered

Falemos agora de um Remaster cujos memes da internet ajudaram a ressaltar a qualidade dos trabalhos… Final Fantasy VIII Remastered foi lançado em 2019 e rapidamente encantou os exigentes fãs da franquia.

Trabalhando em cima do jogo original (de 1999), que foi um dos grandes games do primeiro PlayStation, a Square Enix conseguiu otimizar a aventura ao máximo. Além dos ajustes gráficos, o game ganhou detalhes capazes de favorecer o gameplay também.

Certamente, Final Fantasy VIII Remastered é uma síntese perfeita daquilo que se espera de um remaster. Quem viveu essa aventura na “Era do PS1” não pode perder a oportunidade de revivê-la. Que jogo!

Crash Team Racing Nitro-Fueled

Lançado em 2019, Crash Team Racing Nitro-Fueled é a incrível versão remake do divertidíssimo Crash Team Racing, que também fez história na “Era do PS1” (em 1999). O projeto foi desenvolvido pela Beenox e publicado pela Activision.

Essa versão refeita do game conseguiu manter a essência divertida do título original, mas adicionou todos os grandes benefícios da tecnologia moderna. Como resultado, o que temos é um game belíssimo, com mecânicas diferenciadas e muitas pistas desafiadoras.

A qualidade do game é tão alta, que Crash Team Racing Nitro-Fueled chegou a faturar o prêmio de Melhor Jogo de Esportes ou Corrida, na cerimônia do The Game Awards. E, na boa… basta jogar o game para entrar em uma incrível jornada até um passado cheio de memórias divertidas.

Shenmue I & II

Respeitando o legado de dois dos títulos mais importantes do extinto SEGA Dreamcast, a coletânea Shenmue I & II, desenvolvida pela D3T, “revive” aventuras lendárias com uma qualidade incrível.

As versões remasterizadas de Shenmue I e II ficaram lindas nessa coletânea. Os jogos passaram por aprimoramentos na parte gráfica, ajustes na interface do usuário e algumas alterações na parte dos controles (os players podem escolher entre os controles clássicos e os modernos).

Resumindo, a coletânea Shenmue I & II, que foi lançada em 2018, é mais um belo exemplo de como os Remasters funcionam. Em essência, todo o trabalho teve a intenção clara de apenas melhorar o que já era ótimo. E isso define um bom Remaster.

The Legend of Zelda: Link’s Awakening

E como apresentei um jogo que define o conceito de Remaster perfeitamente, nada mais justo do que falar sobre um game que faz o mesmo, só que, dessa vez, com o conceito de Remake. E esse game é: The Legend of Zelda: Link’s Awakening.

Lançado em 2019, a versão Remake de The Legend of Zelda: Link’s Awakening conseguiu encantar os fãs com seus gráficos “fofinhos”. Como o game original foi lançado em 1993, para o Game Boy, os desenvolvedores da Grezzo tiveram que reconstruir o jogo inteiramente, para adaptá-lo aos padrões modernos.

Daí, o que vimos foi um game que possui toda a essência do clássico The Legend of Zelda: Link’s Awakening, mas apresenta uma roupagem totalmente diferente. O estilo artístico do título é impressionante e consegue fazer justiça ao incrível mundo fantasioso que marca a franquia da Nintendo.

Star Ocean: First Departure R

Star Ocean: First Departure R, lançado no fim de 2019, é um forte exemplo e um indício de que a “Moda dos Remakes e Remasters” não tem hora para terminar. Essa é uma versão remaster do clássico Star Ocean, lançado em 1996, para o Super Nintendo.

Em Star Ocean: First Departure R, temos todos os elementos que marcaram o título original. Contudo, todas as construções foram tratadas com muito cuidado, gerando um game belíssimo, mesmo com seu ar retrô.

Na minha visão, Star Ocean é uma das franquias mais subestimadas no mundo dos RPGs. As histórias dos games são incríveis e acredito que os jogos deveriam ser mais conhecidos. Felizmente, a Square Enix, ao lançar esse Remaster, provou que ainda reconhece a força que a franquia tem.

Resident Evil 2 Remake

Resident Evil 2 Remake, lançado no início de janeiro, é, muito provavelmente, o maior ícone entre todos os Remakes lançados até o momento. O game é uma recriação impressionante do título original, que também brilhou no PS1 (em 1998).

Mesmo mantendo muitos aspectos do jogo original, os desenvolvedores da Capcom conseguiram fazer com que Resident Evil 2 Remake se tornasse um jogo digno de figurar na lista dos melhores suvival horrors dos últimos tempos.

O clima sombrio e a ambientação claustrofóbica do remake conseguiram conquistar os fãs e a crítica. E isso fica comprovado quando avaliamos o número de vendas e os prêmios conquistados por Resident Evil 2 Remake. Ademais, a indicação ao prêmio de Melhor Jogo do Ano é mais um exemplo da grandeza desse game.

Tales of Vesperia: Definitive Edition

E para fechar esta lista com 10 lindos exemplos de Remakes e Remasters, temos Tales of Vesperia: Definitive Edition. Essa versão remaster, que foi lançada em 2019, tratou de fazer os ajustes definitivos no clássico Tales of Vesperia, que brilhou no Xbox 360 (2008) e no PS3 (2009, apenas no Japão).

Tales of Vesperia: Definitive Edition trouxe uma série de ajustes e otimizações para a aventura. Além do mais, a versão incluiu todo o conteúdo que apenas os japoneses tiveram a oportunidade de experimentar. Assim, o jogo, que já é um dos melhores, dentro da franquia Tales of (da Bandai Namco), ficou imperdível.

Se você vem acompanhando minhas contribuições aqui na GamesMAX, já deve saber que sou um grande fã da franquia Tales of. Por conta disso, indico Tales of Vesperia: Definitive Edition sem medo de errar. Tenho certeza de que a história do game e seus personagens complexos irão arrebatar você também.

Remakes e Remasters: as promessas…

Conforme pôde perceber, os 10 títulos da lista apresentada acima são exemplos que comprovam que a nova moda da indústria dos games é fazer Remakes e Remasters. No entanto, se você ainda precisa de mais provas, criei uma lista com alguns Remakes e Remasters que estão a caminho. Continue acompanhando…

Resident Evil 3 Remake

Previsto para ser lançado no dia 03 de abril de 2020, Resident Evil 3 Remake (chamado no Japão de Biohazard RE:3) será a recriação do clássico Resident Evil 3: Nemesis, que marcou presença na “Era do PS1”.

Até onde se sabe, o game deixará o gênero survival horror um pouco de lado e focará mais na ação. Pelo que vimos até o presente momento (em alguns belos trailers), o poder da RE Engine será aproveitado mais uma vez pela Capcom, o que nos dará uma nova visão em relação a esse game clássico.

Além disso, o game terá um modo multiplayer assimétrico, chamado Resident Evil: Resistance. Em suma, tudo indica que teremos outro grande sucesso, assim como foi Resident Evil 2 Remake. Obviamente, Resident Evil 3 Remake é um dos mais aguardados do ano. Temos que ficar de olho!

Trials of Mana

Trials of Mana também está previsto para ser lançado em abril. Mais precisamente, no dia 24 do referido mês. O game será a recriação do lendário Trials of Mana, que foi lançado em 1995, apenas no Japão.

Apesar de a franquia Mana ser muito conhecida e amada pelos fãs, esse título jamais chegou ao Ocidente. Logo, mesmo sendo um Remake, não seria exagero algum considerar essa aventura como um jogo inédito.

De todo modo, pelo que sabemos até então, o game será um Action-RPG com uma bela história, personagens cativantes e um curioso sistema de classes. Como se isso não fosse o bastante, as primeiras imagens de Trials of Mana já deixaram claro que o visual da aventura será impressionante (o que não é nada incomum na franquia Mana). Esse é outro título que merece atenção…

Xenoblade Chronicles: Definitive Edition

Do “lado dos Remasters”, um lançamento que promete movimentar as coisas é Xenoblade Chronicles: Definitive Edition. O game está previsto para ser lançado em 2020, mas ainda não possui uma data definida para sua estreia.

Ainda assim, essa versão Remaster promete otimizar o lendário Xenoblade Chronicles, que foi lançado em 2010 (Wii), ao máximo. Nesse sentido, as primeiras imagens já provaram que os ajustes na parte gráfica foram notáveis.

Sem sombra de dúvidas, esse belo JRPG, cuja história envolvente é um grande destaque, merece ser ajustado até alcançar seu potencial máximo. Como a data de lançamento de Xenoblade Chronicles: Definitive Edition ainda não foi definida, é muito importante ficar de olho nas novidades acerca do título.

Mega Man Zero/ZX Legacy Collection

Coletâneas de jogos Remaster também se tornaram muito comuns dentro da “Moda dos Remakes e Remasters”. Nesse caso, uma coletânea que tem deixado muitos players animados é a Mega Man Zero/ZX Legacy Collection, que está prevista para ser lançada no dia 25 de fevereiro de 2020.

Nessa coletânea, teremos as versões remaster de todos os seis títulos das séries Mega Man Zero (Mega Man Zero 1, 2, 3 e 4) e Mega Man ZX (ZX e ZX Advent). Caso você não se lembre, a série Zero brilhou no Game Boy e a ZX, no Nintendo DS.

A Mega Man Zero/ZX Legacy Collection trará melhorias na parte gráfica dos jogos e algumas otimizações no gameplay. Segundo as informações, teremos algumas novidades interessantes também, ou seja, é bom ficar de olho nesse lançamento.

Final Fantasy VII Remake

Chegamos agora ao game que, sem dúvidas, é o Remake mais aguardado dos últimos anos. Final Fantasy VII Remake estava previsto para ser lançado em março, mas esse lançamento teve a data alterada para o dia 10 de abril. Essa alteração acabou fazendo o mês de abril ficar ainda mais importante no calendário gamer.

Enfim, Final Fantasy VII Remake será a recriação do lendário Final Fantasy VII (de 1997), que fez história no PS1. Como você já deve saber, o game será lançado em capítulos e vai trazer muitas novidades, sendo a mais sensível, a alteração no sistema de combates.

No que tange ao aspecto visual, tudo que pudemos vislumbrar até agora nos deu uma prova de que Final Fantasy VII Remake irá nos oferecer a experiência épica com a qual sempre sonhamos. Bem, que abril chegue logo…

Remakes e Remasters: sonhar não custa nada…

Se você chegou até este ponto do post, tenho certeza de que já pude levar você a crer, com firmeza, na “Moda dos Remakes e Remasters”. Então, como estamos tratando de um assunto que é uma realidade consolidada, podemos sonhar um pouco.

Assim sendo, separei abaixo alguns dos meus sonhos mais audaciosos e uma teoria que desenvolvi em relação aos Remakes e Remasters… venha sonhar comigo…

Xenogears

Não há um fã que zerou o game Xenogears (1998, PS1) e não sonha com um Remake dessa aventura. Quem jogou o game sabe que se trata de uma das maiores obras-primas já criadas, mas também sabe que, por conta de muitos problemas, a parte final do game deixou a desejar.

Devido a isso, sonhar com um Remake de Xenogears é muito justo. Na minha visão, algo que seguisse a linha do belo Lost Odyssey (2007, Xbox 360) já ficaria incrível. Embora não existam indícios de que esse Remake pode vir a se tornar real, acho que os fãs do game, assim como eu, não podem evitar sonhar com uma coisa dessas.

Dino Crisis

Como a Capcom tem sido um dos maiores expoentes da “Moda dos Remakes e Remasters”, imaginar um Remake para o primeiro Dino Crisis (1999, PS1) não é nada tão fora da realidade. Aliás, alguns rumores pontuaram que um Remake de Dino Crisis já está sendo produzido.

Esse é um dos Remakes mais sonhados da atualidade. Não à toa, existem projetos fan-made destinados a fazer tudo se tornar realidade. Bem… seria incrível reviver as aterrorizantes aventuras na “ilha dos dinossauros”, não acha?

Onimusha

Onimusha é mais uma franquia da Capcom que está sempre sendo citada pelos fãs, seja para um novo game ou um Remake. Nesse caso, uma versão remake para o Onimusha 3: Demon Siege (2004, PS2) poderia ser uma grande escolha.

Imaginar o game com todo o poder gráfico atual e com um gameplay bem frenético é algo que deixa qualquer fã empolgado. Será que um dia poderemos ver os samurais e demônios (que marcam a série) em construções tão perfeitas quanto as de Devil May Cry 5?

Chrono Trigger

Embora a maior parte dos Remakes lançados tenha focado na “Era do PS1”, o Super Nintendo também guarda algumas pérolas que poderiam ser refeitas. Nesse caso, não há exemplo melhor do que o lendário Chrono Trigger. E, em relação a esse game, já teríamos uma base para usar como exemplo: Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age.

Como Akira Toriyama assina os desenhos de ambos os games, a ideia não me parece ruim. Ainda assim, acredito que Chrono Trigger possa ser explorado de inúmeras formas, já que é a história memorável que fez o jogo se tornar o ícone que é.

Remakes e Remasters para exportação… a “teoria dos games perdidos”…

Para fechar a minha lista de sonhos, vou apresentar aqui uma teoria que venho desenvolvido há algum tempo. Permita-me explicar: como você pôde perceber, Trials of Mana jamais foi lançado fora do Japão, certo? Como fã de RPGs japoneses, eu sei que há muitos grandes games que jamais saíram do país oriental.

Diante disso, me parece uma ótima ideia (e uma tendência que pode estar começando) criar Remakes e Remasters desses “games perdidos”. Isto é, os desenvolvedores japoneses podem criar Remakes e Remasters para exportação.

E há indícios… recentemente, eu escrevi um artigo para os meus amigos do site The Game Times, falando sobre essa minha teoria. Nesse artigo, eu também pontuei que jogos como Trials of Mana, SaGa Scarlet Grace: Ambitions, Romancing SaGa 3 e outros títulos são exemplos de que essa pode ser uma nova tendência.

Entretanto, como estamos falando dos meus “sonhos de Remakes”, o ponto aqui é citar que há alguns games que jamais saíram do Japão e que eu gostaria de jogar. E sim, essa lista teria jogos da franquia Tales, mais precisamente, Tales of Rebirth e Tales of Destiny 2.

Jogos mais antigos, como Bahamut Lagoon e Terranigma também enxeriam os meus olhos de lágrimas… Sem sombra de dúvidas, o Japão ainda tem muitos tesouros “escondidos” e a ideia de criar Remakes e Remasters, baseados nesses tesouros, pode ser uma solução lucrativa para os desenvolvedores e muitos prazerosa para os players.

Remakes e Remasters: que a “nova moda” dure eternamente!

Nossa! Como eu escrevi dessa vez, hein… e o melhor é que eu nem me dei conta. Posts assim mexem com a minha memória de tal forma, que eu não consigo segurar a empolgação.

E essa é mais uma prova de que a “Moda dos Remakes e Remasters” é incrível. A “nova onda” consegue nos fazer reviver momentos memoráveis das nossas “carreiras como gamers”. Por isso, essa é uma moda que eu torço para nunca acabar.

Enquanto as desenvolvedoras continuarem “reciclando a história dos games” e promovendo “revivals”, com seus Remakes e Remasters, nossas melhores memórias continuarão intactas.

Para encerrar, eu vou deixar aqui um pedido: se puder, registre nos comentários (logo abaixo) os Remakes e Remasters com os quais você mais sonha. Não tenha medo de fazer indicações audaciosas. Falar sobre sonhos é sempre bom… até mais!

Advertisement
Yohan Bravo

Gamer desde a era do Super Nintendo. Soprava as fitas para fazê-las funcionar! Teresopolitano, escritor fantasma, desenhista e romancista nas horas vagas. Curte animes, jogos de RPG (ama a série Tales of) e é viciado em aprender.

Tags: Listas

Notícias recentes

Need for Speed: Hot Pursuit Remastered é registrado na Coréia

A existência de Need for Speed: ​​Hot Pursuit Remastered agora parece ser um segredo de…

4 semanas atrás

Watch Dogs 2 está de graça na loja da Epic

De hoje (17) até o dia 24 de setembro, mais três ótimos jogos estão disponíveis…

1 mês atrás

Prince of Persia: The Sands of Time Remake é revelado oficialmente

Ele está de volta! Após 10 anos sem aparecer em jogos principais, a Ubisoft anuncia…

2 meses atrás

PS5 pode ser lançado em 19 de novembro

Com a Microsoft tendo finalmente revelado os preços e detalhes de lançamento do Xbox Series…

2 meses atrás

Confira o trailer de Call of Duty: Black Ops Cold War

Call of Duty: Black Ops Cold War acaba de ganhar o trailer de revelação que…

2 meses atrás

Bolsonaro utiliza tema de Super Mario, Sonic e Alex Kidd em propaganda política

2020 está cada vez mais estranho e, como se a pandemia da COVID-19 não bastasse,…

2 meses atrás