fbpx

Os 35 Melhores Jogos de Super Nintendo: um Combo de Clássicos!

Quem foi gamer na década de 1990, sabe muito bem que criar uma lista com os melhores jogos de Super Nintendo é uma tarefa complicada. O console da Nintendo é um dos mais importantes da história e seus títulos, até hoje, são reverenciados como verdadeiras obras-primas.

Por isso, não seria justo montar uma lista com, sei lá… os dez melhores jogos de Super Nintendo. Na verdade, esta lista contém 35 grandes jogos e tenho certeza que ainda vou cometer alguma injustiça. Ainda assim, eu não poderia deixar de relembrar os pontos altos de uma das melhores fases do mundo dos games.

Sendo assim, se você tem a intenção de embarcar comigo em uma viagem no tempo, não saia daí. Continue lendo até o fim e, com certeza, muitas das suas memórias mais preciosas serão revividas por aqui. Então, assopre o cartucho e prepare-se para viajar…

Super Mario World

*trim… Era com esse som, seguido da logo da Nintendo, que Super Mario World começava… lembra disso? O game, que foi lançado em 1990, foi um dos maiores sucessos do Super Nintendo, chegando a vir com o console em certos pacotes promocionais.

A aventura é incrível e permite que os jogadores, controlando Mario e Luigi, tenham uma boa ideia de como funciona um verdadeiro fenômeno entre os jogos de plataforma. Apesar de ter muitos atalhos, Super Mario World não era curto e garantia uma boa dose de desafios.

Mega Man X

Além de ser um dos 35 melhores jogos de Super Nintendo, Mega Man X foi o jogo responsável por dar início a uma das séries mais importantes dentro do “universo Mega Man”. O game, lançado em 1993, ainda é amado por muitos.

De modo geral, Mega Man X seguia as premissas da série principal (Mega Man). No entanto, sua história era diferenciada e seus personagens acabaram ajudando a fazer a aventura virar um clássico. Sem dúvidas, um game inesquecível.

Street Fighter II

Nenhuma lista com os melhores jogos de Super Nintendo pode ficar completa sem Street Fighter II. O game da Capcom, que nasceu em 1991, foi um dos responsáveis por estabelecer as bases para os jogos de luta que vieram posteriormente.

O curioso é que o game possuía apenas oito personagens jogáveis e, mesmo assim, conseguiu deixar os jogadores “presos a ele” por muitas horas e muitos dias. Street Fighter II é um daqueles games que marcaram seus nomes na história, deixando um belo legado e muita saudade.

Donkey Kong Country 2: Diddy’s Kong Quest

Mesmo não sendo tão inovador quanto seu antecessor, Donkey Kong Country 2: Diddy’s Kong Quest, que foi lançado em 1995, conseguiu deixar uma boa marca no coração dos fãs. Aliás, o título foi o sexto game mais vendido do SNES.

Na aventura, o icônico Donkey Kong não é o protagonista. Pois é! Com o grande herói preso, a missão de salvar o dia recaiu sobre Diddy Kong. Com a ajuda de Dixie Kong e dos jogadores, o chimpanzé é forçado a superar desafios intensos. Essa é uma das jornadas imperdíveis entre os melhores jogos de Super Nintendo.

Super Metroid

Também conhecido como Metroid 3, Super Metroid, de 1994, é mais um dos clássicos imperdíveis do Super Nintendo. A história do jogo dá continuidade aos fatos iniciados em Metroid II: Return of Samus, do Game Boy.

A jogabilidade e o design de Super Metroid foram tão importantes que, juntamente com Castlevania: Symphony of the Night, o game deu origem ao subgênero “Metroidvania”. E se um game é bom o suficiente para criar um novo tipo de jogo aos moldes dele, não há mais nada a dizer… não é mesmo?

Star Fox

Star Fox é um game que, na “era 16-bits”, despontava por seus “gráficos 3D impressionantes” (foi o que muitos disseram na época). O game, lançado em 1993, foi o primeiro a incluir o chip Super FX. Esse chip era usado para aumentar o poder gráfico dos jogos.

Além dos gráficos diferenciados, Star Fox conseguiu encantar muita gente com seu personagem Fox McCloud, seu gameplay divertido e seus muitos desafios. Quem gosta de “jogos de navinha”, com certeza curtiu Star Fox.

Super Mario World 2: Yoshi’s Island

Super Mario World 2: Yoshi’s Island foi lançado em 1995 e, apesar de ter sido aclamado mundialmente, teve muita gente que não gostou da ideia de ver o herói Mario sendo transformado em bebê. Ainda assim, é impossível não incluir esse título entre os melhores jogos de Super Nintendo.

No game, os jogadores assumiam o controle de diversos “Yoshis” de cores diferentes. Cada cor indicava uma habilidade. E, claro, essas variações significavam que o gameplay era rico em opções. O game foi desenvolvido de forma artística e a crítica especializada o amou por conta disso.

Final Fantasy VI

Há algum tempo, eu montei uma lista apresentando os grandes RPGs que o Super Nintendo nos ofereceu. Por isso, não poderia deixar de incluir alguns deles entre os melhores jogos do Super Nintendo.

Final Fantasy VI foi o auge da franquia Final Fantasy no console da Nintendo. O game é considerado um dos melhores dessa franquia lendária e tanto sua história quanto seus personagens ainda são lembrados pelos fãs de RPGs. Certamente, é um dos jogos imperdíveis do SNES.

Chrono Trigger

Já que falamos em RPGs, é impossível não citar também o genial Chrono Trigger. Sinceramente, poucos games são tão inteligentes e cativantes quanto esse. A ideia das viagens no tempo, o enredo, os desenhos de Akira Toriyama… enfim, o game é um verdadeiro patrimônio histórico da humanidade.

O interessante em Chrono Trigger é como o jogador acaba se envolvendo com os personagens. Aliás, até mesmo os vilões são bem desenvolvidos (a ponto de ganharmos certa afeição por eles). Resumindo, Chrono Trigger é uma obra-prima que não pode ser deixada de lado por nenhuma lista com os melhores jogos de Super Nintendo.

The Legend of Zelda: A Link to the Past

Com The Legend of Zelda: Link’s Awakening vindo por aí, aposto que muitos fãs da franquia já se voltaram para o SNES com a esperança de ver um remake do game The Legend of Zelda: A Link to the Past surgir no futuro. Se isso acontecer, tenho certeza que teremos outro revival incrível.

The Legend of Zelda: A Link to the Past foi lançado em 1991 e até hoje é considerado um dos games mais importantes da história. Foi esse título que consolidou a “fórmula Zelda” e encantou a todos com um enredo emocionante e mecânicas muito inteligentes. Clássico!

Ultimate Mortal Kombat 3

Lançado em 1996, Ultimate Mortal Kombat 3 surgiu com uma missão complicada: deixar Mortal Kombat 3 ainda melhor. Para a sorte dos gamers, a missão foi cumprida com êxito, já que o jogo trazia muitas melhorias, novos modos de jogo e, claro, mais personagens.

A versão do SNES ainda permitia que personagens secretos pudessem ser selecionados sem os famosos “macetes”. Desse modo, tínhamos à disposição uma tela cheia de lutadores, prontos para garantir muitas horas de diversão e combates alucinantes.

Killer Instinct

Killer Instinct é um daqueles clássicos que alcançaram o auge no Super Nintendo e ficaram por lá. Sim, o game teve sequências para outros consoles, mas o primeiro título ainda é cultuado por muitos. Não à toa, dedicamos um post exclusivo à franquia.

Em uma época dominada por Mortal Kombat e Street Fighter, Killer Instinct encantou com sua premissa meio sci-fi, meio fantasiosa. O game possuía um dos visuais mais requintados do SNES e seus combates desafiadores conseguiram marcar a vida de muitos gamers.

Super Castlevania IV

Castlevania é uma das franquias mais amadas dos gamers há muitos anos. Quando a série estreou no Super Nintendo, com Super Castlevania IV (1991), seis jogos já haviam sido lançados. A aventura reintroduz Simon Belmont, que havia sido apresentado no primeiro game da franquia.

Super Castlevania IV pode ter sido o primeiro passo na direção do fenômeno que se tornou Castlevania: Symphony of the Night. O game já seguia a premissa que viria a ser consagrada mais tarde, dando origem ao subgênero Metroidvania. Certamente, uma aventura inesquecível.

Donkey Kong Country

Além de ser um dos melhores jogos de Super Nintendo, Donkey Kong Country (lançado em 1994) é o terceiro título mais vendido do console. E a verdade é que poucos games do SNES foram tão brilhantes e memoráveis quanto esse.

Em Donkey Kong Country, os jogadores assumiam o controle do gorilão Donkey Kong e do chimpanzé Diddy Kong. O jogo marcou a história do personagem de uma forma incrível, transformando-o em um dos grandes heróis da era SNES.

Top Gear

Sim, hoje em dia temos Gran Turismo, Need for Speed, Forza e outras opções possantes. Contudo, no passado, nossa sede de velocidade só era saciada pelo icônico Top Gear. Obviamente, em termos técnicos, o game fica muito abaixo do nomes citados, mas, quem viveu aquela época, tem boas recordações.

O game foi lançado em 1992 e, mesmo com apenas quatro carros à disposição dos jogadores, conseguiu encantar com suas corridas disputadas. As fases que tinham pit stop eram uma emoção à parte… Quem nunca errou a entrada do pit e ficou sem gasolina no meio da corrida?

Secret of Mana

Voltando a falar sobre RPGs clássicos, temos Secret of Mana. O game foi um clássico que disputou de igual para igual com Zelda. Lançado em 1991, o jogo tinha um visual belíssimo e sua narrativa era tocante.

As mecânicas de Secret of Man eram bem interessantes, seguindo a linha Action-RPG. Porém, o que devo destacar é a trilha sonora do game. As canções eram tão lindas que deram origem a vários concertos orquestrais pelo mundo. E não podemos esquecer que Trials of Mana, a sequência nunca lançada no Ocidente, está a caminho!

Super Bomberman

O herói Bomberman já era um veterano no mundo dos games quando estreou no Super Nintendo. Super Bomberman lançado em 1993, apresentava as mecânicas consagradas pela franquia para uma nova legião de fãs.

O game chamou bastante atenção por conta dos enormes desafios e pelo interessante modo cooperativo. Foi nesse jogo que os Bombermen rivais (Black and White) se uniram para superar os adversários. E basta digitar 5555 no password para ter um ganho de poder!

Earthworm Jim

Mesmo chegando em uma era dominada por dois gigantes (Mario e Sonic), Earthworm Jim, lançado em 1994, fez bonito e conquistou seu lugar entre os melhores jogos de Super Nintendo. A aventura tinha um visual muito bonito e seu ar cômico conseguiu roubar os holofotes.

O game era uma típica aventura de plataforma, mas sua velocidade e dinamismo o fizeram superar a concorrência. Earthworm Jim foi aclamado pela crítica e abusou de recursos artísticos que não eram comuns na época. E o resultado foi uma a jornada que poucos esqueceram.

Final Fight

Falar sobre os melhores jogos de Super Nintendo e não citar qualquer espécime do gênero Beat ‘em up seria uma grande injustiça, não é mesmo? Bem, é verdade que os Beat ‘em up tiveram seu auge nos arcades, mas quem pode se esquecer do lendário Final Fight.

Lançado em 1989, Final Fight deveria ser a sequência de Street Fighter. Entretanto, o projeto foi ganhando um personalidade tão forte, que acabou se tornando outro jogo. Que sorte a nossa! Pudemos aproveitar esse clássico de “andar e bater”.

Super Mario Kart

Sentiu falta do Mario? Olha ele aí de novo. E ele chegou motorizado… Mario Kart, lançado em 1992, levou os personagens do mundo do encanador para dentro de circuitos muito loucos.

As corridas em Super Mario Kart sempre foram divertidas. Com diversos modos de jogo e pilotos pirados à disposição, jogar esse jogo e não gostar é algo impossível. Em muitas listas, Super Mario Kart está sempre no topo dos mais adorados pelos fãs.

Disney’s Aladdin

Disney’s Aladdin, que foi lançado em 1993, sempre teve um lugar cativo no coração dos fãs do Super Nintendo. Não à toa, um remaster do jogo foi anunciado recentemente. A clássica aventura nas terras da Arábia não poderia ficar de fora de uma lista com melhores jogos de SNES, não é mesmo?

Apesar de carregar o mesmo nome do longa animado de 1992, o game tinha um enredo diferente. E apenas a título de curiosidade, é bom lembrar que a produção ficou a cargo da Capcom, mais especificamente, de um homem chamado Shinji Mikami, conhece?

F-Zero

F-Zero foi mais game que saiu da mente criativa do senhor Shigeru Miyamoto (criador do Mario). O game surgiu em 1990 e levou os jogadores para um universo de corridas futuristas alucinantes.

Sem sombra de dúvidas, F-Zero cumpria seu papel e simulava ambientes futuristas e efeitos 3D com maestria. Os desafios eram bem complexos e a velocidade era palpável. Com Top Gear e F-Zero os “velocistas” do SNES já ficavam satisfeitos.

Teenage Mutant Ninja Turtles: Turtles In Time

Além de ser um dos melhores jogos de Super Nintendo, Teenage Mutant Ninja Turtles: Turtles In Time é um título que eu guardo entre as memórias mais divertidas da minha infância. E o mais interessante é que o jogo é um Beat ‘em up básico.

De todo modo, é inegável que essa aventura das famosas Tartarugas é capaz de encantar. Os combates são desafiadores, há uma boa dose de humor e a ideia de viajar no tempo é sempre interessante. Enfim… bons tempos, boas coisas.

International Super Star Soccer Deluxe

International Super Star Soccer Deluxe não é o melhor jogo de futebol que já tivemos, mas, sem dúvidas, é um dos mais icônicos. O game, lançado em 1995, ajudou muitos players a fazer gols de placa e dar risadas com as loucas narrações.

Além disso, International Super Star Soccer Deluxe foi o responsável por dar ao mundo grandes lendas do futebol, como Capitale e Allejo. Por isso, nada mais justo do que incluir esse game na lista de melhores jogos de Super Nintendo.

Contra III

A continuação de Super Contra (lenda dos arcades) estreou no SNES em 1992. O game foi o terceiro título da franquia e conseguiu movimentar os players com seu gameplay dinâmico e uma intensa batalha contra alienígenas.

O jogo possuía apenas seis fases, divididas em níveis de dificuldade diferentes. Como não poderia deixar de ser, o nível difícil era capaz de deixar qualquer gamer frustrado. Ainda assim, Contra III merece estar entre os melhores jogos de Super Nintendo.

Sunset Riders

Sunset Riders foi mais um game clássico que já recebeu um post exclusivo aqui na GamesMAX. O título chegou ao SNES em 1993, dois anos após ter se destacado nos arcades. Esse é um daqueles games que sempre é lembrado em conversas nostálgicas sobre “jogos velhos”.

A aventura foi a primeira grande história no Velho-Oeste. Com quatro personagens à disposição e altas recompensas pelas cabeças dos bandidos, ser mocinho no deserto nunca foi tão divertido.

Wild Guns

Falando em aventuras no Velho-Oeste, temos aqui outro exemplo digno de menção entre os melhores jogos de Super Nintendo. Wild Guns, lançado em 1994, tinha uma proposta mais voltada para “um bang bang sem fim”.

Além dos elementos típicos do faroeste, Wild Guns incluía elementos futuristas como robôs e outros tipos de máquinas. Aliás, os cenários eram belíssimos e ajudavam a colocar o jogador no clima perfeito para um bom tiroteio à moda antiga.

Kirby Super Star

Nesse caso em especial, não temos um jogo propriamente dito. Assim como aconteceu com Mario All Stars, Kirby Super Star é uma coletânea de jogos que incluía grandes momentos do curioso herói cor-de-rosa.

Com todos os mini games seguindo a linha de jogos de plataforma, o gameplay ficava bastante dinâmico e desafiador. Também tínhamos alternativas curiosas, como a Gourmet Race e a Megaton Punch. Isto é, Kirby Super Star foi um prato cheio.

Demon’s Crest

Demon’s Crest, lançado em 1994, é um dos jogos mais sombrios desta lista com os trinta e cinco melhores jogos de Super Nintendo. Para quem não sabe, o game é relacionado com outros títulos como Gargoyle’s Quest e o lendário Ghosts ‘n Goblins.

No game, os jogadores assumiam o controle de um demônio e deviam superar adversários e desafios terríveis. O clássico seguia as premissas de um bom jogo de plataforma, mas as influências de jogos de RPG eram notáveis. Com toda a certeza, Demon’s Crest conseguiu deixar muitos jogadores intrigadas do início ao fim.

Mickey to Donald: Magical Adventure 3

Tanto Mickey to Donald: Magical Adventure 3 quanto seu antecessor, conhecido por muitos gamers como Mickey Circus, poderiam ser colocados entre os melhores jogos de Super Nintendo. Porém, resolvi escolher esse clássico de 1995 por ele ter sido o arremate de uma trilogia grandiosa.

Como não poderia deixar de ser (pois era moda na época), Mickey to Donald: Magical Adventure 3 era um game de plataforma. A aventura se diferenciava por oferecer uma jogabilidade cooperativa e trajes que davam poderes especiais aos heróis. Ôooo… saudade!

Mighty Morphing Power Rangers

Aproveitando o sucesso estrondoso da série de TV, Mighty Morphing Power Rangers foi lançado em 1994 e deu aos jovens da década de 1990 a chance de sentir a emoção de ser um ranger.

De modo geral, o game era um típico Beat ‘em up em formato de jogo de plataforma. O divertido, na verdade, era sentir a emoção de proteger a Alameda dos Anjos e invocar o Megazord para superar as fases finais. Grande jogo!

X-Men: Mutant Apocalipse

É interessante ver como os jogos Beat ‘em up marcaram a era do SNES, não é mesmo? X-Men: Mutant Apocalipse foi lançado em 1995 e é mais um grande representante do gênero. Obviamente, personagens como Wolverine, Gambit e Ciclope acabaram fazendo tudo ficar mais interessante.

Em X-Men: Mutant Apocalips, o mutante Apocalipse aprisiona uma infinidade de mutantes e o Professor Xavier invoca seus mais poderosos X-Men para o confronto. Por muito tempo, o game foi considerado pela crítica como o melhor jogo baseado no universo dos X-Men.

Sonic Wings

Aero Fighters, Sonic Wings… esses são dois nomes famosos que se referem ao mesmo game. Isto é, um “jogo de navinha” que marcou época e até hoje é relembrado com carinho pelos gamers dos arcades e do SNES.

Sonic Wings colocava duplas de pilotos de uma mesma nação em meio a uma chuva de tiros e projéteis explosivos. As fases eram desafiadores e exigiam movimentos rápidos e precisos. Sem contar que os chefes, especialmente aquele gorila do final, eram uma grande dor de cabeça.

Goof Troop

“Pateta e Max… a dupla que é demais”… um abraço para os amigos da TV Cruj! Goof Troop, lançado em 1993, é um dos jogos mais lembrados por quem viveu na era do SNES. O game era marcado por puzzles bem curiosos e um gameplay cooperativo de alta qualidade.

No comando do lendário Pateta e seu filho Max, os jogadores tinham que superar um ilha estranha e chefões curiosos, a fim de salvar o senhor Bafo e jovem B.J. A jornada não era muito desafiadora, mas conseguia garantir muitas horas de diversão entre amigos.

Earthbound

Fechando a nossa lista com os melhores jogos de Super Nintendo, temos Earthbound. O game de 1994 tinha mecânicas baseadas em jogos de aventura e RPG, além de uma interessante premissa relacionada a um terrível destruidor de planetas.

A aventura tinha um visual bem simples, mas seu sistema de batalhas e as características dos personagens conseguiam arrebatar os jogadores. Para quem gosta de games com muitas referências, Earthbound é uma alternativa cuja história deve ser lida em linhas e entrelinhas.

35 melhores jogos de Super Nintendo… foi pouco…

Como eu imaginava, minha lista com os 35 melhores jogos de Super Nintendo ainda teve que deixar de fora alguns grandes clássicos. Por esse motivo, vou contar com a sua participação (compartilhando e comentando) para podermos incluir mais nomes na lista e nos divertirmos com nossas lembranças. Pode me ajudar com isso? Para começar a brincadeira, eu diria… Tales of Phantasia e você?

Yohan Bravo