Jogos Difíceis: 11 Grandes Desafios da Atual Geração

Os games, nossos queridos jogos eletrônicos, têm como objetivos: diversão, contar histórias, trazer competitividade e também nos desafiar. Para muitos jogadores, o desafio é até mesmo um dos fatores mais importantes na hora de escolher um jogo.

Durante os anos 80 e 90, surgiram muitos jogos extremamente difíceis que desafiavam as habilidades, paciência e o bolso dos jogadores, que desembolsavam todo o troco do pão jogando escondidos dos pais nos fliperamas. Jogos como Battletoads, Ghouls n’ Ghosts, Contra e muitos outros testavam os limites dos jogadores.

Passada essa época de ouro, adentrando os anos 2000, muitos jogadores começaram a achar que os games ficaram fáceis demais. Com a popularização dos videogames, os consoles se tornaram mais acessíveis e mais jogos eram produzidos quase diariamente. Sendo assim, não se justificava mais que existissem jogos que tomassem muito tempo dos jogadores para finalizar. Mas é claro que por outro lado isso deixou muitos jogadores mais hardcore órfãos.

A partir dos anos 2010, novamente os jogos hardcore se tornaram populares. Se antigamente sonhávamos em colocar nossas iniciais no ranking de um Arcade, agora ostentamos nossas conquistas em nossos perfis da Steam, ou nossas Platinas na PSN, Xbox Live, etc. Por isso, destaco aqui 11 dos jogos mais desafiadores da geração atual.

Dark Souls

Impossível não começar com a franquia que popularizou de vez os jogos hardcore dessa geração. Com temática de fantasia medieval, Dark Souls te coloca no papel de um morto vivo que deve tentar manter sua humanidade nesse mundo desolado e apocalíptico, enquanto enfrenta alguns dos inimigos mais estupidamente poderosos da história dos games. Você deve saber os padrões de ataque dos inimigos, saber a hora de defender, atacar, esquivar, saber quando usar determinadas armas e mesmo quando você sabe tudo isso, o jogo continua muito desafiador. Abaixo um compilado de mortes épicas na trilogia.

Celeste

A primeira vista, Celeste é um jogo de plataforma fofo e divertido. Você controla Madeline e deve vencer centenas de fases para chegar ao topo da Montanha Celeste. Claro que não antes de morrer dezenas, centenas e quem sabe milhares de vezes até conseguir. As fases exigem agilidade e precisão nos seus movimentos, bem como entender os mapas e seus obstáculos antes de realizar qualquer ação. De fato um jogo desafiador, mas sem perder sua diversão e com uma boa história para contar.

XCOM 2

O aclamado jogo de estratégia que coloca os jogadores em uma guerra entre a humanidade e alienígenas que invadiram nosso planeta. XCOM 2 é mais uma continuação dessa saga, e é um jogo que exige raciocínio, estratégia e paciência, muita paciência. A série é conhecida pela sua dificuldade extrema que às vezes beira a injustiça. Os inimigos são brutais e às vezes seu personagem erra aquele ataque que tinha uma alta porcentagem de sucesso, apenas para te frustrar e colocar toda sua estratégia abaixo. Para fãs de desafios e ficção científica, uma ótima sugestão.

Blazing Chrome

O representante brasileiro da lista, Blazing Chrome é uma homenagem aos clássicos shooters de plataforma dos anos 90 e sim, estou falando de Contra. A desenvolvedora Joymasher vem se destacando criando jogos que remetem aos clássicos noventistas como Castlevania, Metroid, Ninja Gaiden, etc. Esse é apenas mais um dos ótimos lançamentos da empresa, que também lançou Oniken e Odallus. Sente saudades de muito tiroteio e explosões? Então esse jogo é pra você.

Escape from Tarkov

O FPS online desenvolvido pela empresa russa Battlestate Games se destaca pelo foco no realismo e na sobrevivência. Aqui não temos um IA super desenvolvida nos testando, mas um jogo com foco no multiplayer. A diferença é que não existem facilidades. Seu objetivo é coletar recursos, sobreviver e fugir. O jogo não tem HUD (aquelas informações na tela como munição, vida, etc) nem mesmo mira crosshair.  Também não existem indicadores nos inimigos e sequer avisos quando você mata alguém. O poder incapacitante dos tiros é bem próximo do real, o que deixa o jogo bem emocionante. Para aqueles que são competitivos ao extremo e amam sobrevivência, Escape from Tarkov é excelente.

Darkest Dungeon

Sabe aquele RPG de mesa onde o mestre acorda com o único objetivo de tornar a vida do seu personagem o mais miserável possível? Pois então, bem vindo à Darkest Dungeon. Nesse RPG, você deve reunir um grupo de aventureiros e explorar a antiga propriedade de sua família para vencer uma antiga maldição. Cada personagem tem classes específicas, bem como vantagens e desvantagens. E que desvantagens! Desde medo do escuro, pavor de mortos vivos entre outros. Além disso, você precisa gerenciar o estresse causado ao seu grupo por conta das cansativas viagens, nas quais você precisa gerenciar recursos, descansar e cuidar para que os heróis não percam a sanidade na escuridão. Tudo isso ouvindo um narrador o tempo inteiro colocando a prova sua capacidade de vencer. Ah, eu citei que os personagens tem morte permanente? Enfim, bem vindo à loucura de Darkest Dungeon.

Cuphead

Quando Cuphead foi revelado, chamou muita atenção por conta da sua arte. Inspirado nos desenhos animados da década de 1930, o título fez muita gente se apaixonar pela sua beleza de um game produzido quase artesanalmente. Isso até os jogadores perceberem que a principal emoção nesse jogo seria a raiva. O jogo de plataforma apresenta diversas fases e chefes que devemos enfrentar para livrar os heróis Cuphead e Mugman de um contrato problemático com o próprio Diabo. As fases e as lutas são divertidas, criativas e igualmente desafiadoras. Um jogo que certamente chama atenção pela sua beleza mas não deixa nada a desejar em sua jogabilidade e diversão, que são excelentes.

Sekiro: Shadows Die Twice

O queridinho de 2019 fez muita gente passar momentos de tensão e raiva. E não é pra menos, esse jogo exige muita paciência e precisão para vencer os duelos que encontramos pelo caminho. O último título da From Software exige que o jogador saiba quando usar stealth e quando duelar como um verdadeiro shinobi, utilizando suas ferramentas prostéticas e habilidades especiais. Considerado por alguns como o jogo mais difícil da desenvolvedora, o que outros discordam, Sekiro é sem dúvidas um excelente título e um dos mais difíceis dessa geração.

Nioh

Pegando carona no sucesso de Dark Souls, a Koei lançou Nioh, seu “soulslike de samurai, ambientado no Japão feudal. Esse jogo se destaca por combates mais frenéticos que Dark Souls e com uma grande combinação de armas, armaduras, habilidades e magias que possibilitam uma variedade grande de builds, bem como variações no estilo de combate com espada, algo bem no estilo do anime Samurai X. Nioh chegou a ser considerado mais desafiador que Dark Souls, tirando muitos jogadores do sério. O jogo conta com chefes incríveis e poderosos que podem te matar quase que instantaneamente se você se descuidar. Um grande game que não deve nada aos clássicos da From Software e tem sua própria identidade.

Don’t Starve (Together)

Como o próprio nome do jogo sugere, você deve não morrer de fome. Largado a própria sorte em uma terra desconhecida, você deve coletar recursos básicos de sobrevivência, se proteger da noite e dos animais com fogueiras, criar ferramentas, construir sua base e conseguir sobreviver o máximo de dias possível sem morrer de fome, sede, loucura ou morto por animais selvagens. A versão Together do jogo permite jogar cooperativamente para tentar alcançar esse objetivo mais facilmente, o que não torna a tarefa menos difícil. Sobreviver nesse game é realmente desafiador.

Dead Cells

Imaginem um casamento entre Metroid, Castlevania e Dark Souls. Isso é Dead Cells, o último jogo da lista. Jogando como um guerreiro sem nome que misteriosamente volta à vida, você deve passar por várias fases coletando itens, habilidades e enfrentando inimigos poderosos e impiedosos. A diferença é que Dead Cells segue a linha de jogos rogue lite. Cada vez que você morre e recomeça o jogo, os padrões do mapa mudam e você perde seus itens, sendo que os itens que você encontrará pelo caminho agora muito provavelmente são totalmente diferentes. E existe uma variedade enorme de armas, habilidades e magias. Então, cada run que você fizer será totalmente diferente e saber se adaptar aos itens que você tem é fundamental.

Finalizo aqui minha lista de 11 jogos desafiadores dessa geração. Certamente existem outros que não foram citados, então se quiserem compartilhar aquele jogo que tirou o sono e a paciência de vocês, compartilhem com a gente. Até a próxima.

Arthur Tayt-Sohn