Categories: Noticias

Jogador bate recorde mundial de Guitar Hero 3

Após 13 anos de seu lançamento, o clássico Guitar Hero 3 volta aos holofotes novamente graças a um feito incrível realizado pelo jogador William Fox.

Conhecido como “GHAddict” na comunidade de Guitar Hero, o jogador tocou a música de encerramento do game, Through The Fire and Flames de DragonForce, em uma velocidade de 165% sem errar uma única nota. Com essa proeza, ele conseguiu quebrar o recorde mundial. Veja abaixo:

Esta não é a primeira vez que Fox mostra suas habilidades jogando Guitar Hero. No seu canal no Youtube, o player publica diversos vídeos destruindo no game. Abaixo você pode conferir ele completando 100% na música Pulse of the Maggots da banda Slipknot.

Guitar Hero III: Legends of Rock foi desenvolvido pela Neversoft e publicado pela Activision, no ano de 2007 para PlayStation 2, PlayStation 3, Wii e Xbox 360.

Advertisement
Wellington Dantas

Degustador de games, fã de Cavaleiros do Zodíaco e "Streamer" de vez em quando. Curte jogos de vários gêneros, mas os preferidos são Survival Horror, RPG e os games da série Souls.

Notícias recentes

Need for Speed: Hot Pursuit Remastered é registrado na Coréia

A existência de Need for Speed: ​​Hot Pursuit Remastered agora parece ser um segredo de…

2 meses atrás

Watch Dogs 2 está de graça na loja da Epic

De hoje (17) até o dia 24 de setembro, mais três ótimos jogos estão disponíveis…

3 meses atrás

Prince of Persia: The Sands of Time Remake é revelado oficialmente

Ele está de volta! Após 10 anos sem aparecer em jogos principais, a Ubisoft anuncia…

3 meses atrás

PS5 pode ser lançado em 19 de novembro

Com a Microsoft tendo finalmente revelado os preços e detalhes de lançamento do Xbox Series…

3 meses atrás

Confira o trailer de Call of Duty: Black Ops Cold War

Call of Duty: Black Ops Cold War acaba de ganhar o trailer de revelação que…

3 meses atrás

Bolsonaro utiliza tema de Super Mario, Sonic e Alex Kidd em propaganda política

2020 está cada vez mais estranho e, como se a pandemia da COVID-19 não bastasse,…

3 meses atrás