História de Red Dead Redemption 2 dá início a uma briga judicial

Red Dead Redemption 2 foi, sem dúvidas, um dos grandes jogos de 2018 e um dos melhores da história recente dos games. Uma boa parte desse sucesso é devida à história do game e ao desenvolvimento dos personagens. No entanto, parece que essa característica que ajudou a consolidar o game está começando a gerar problemas para a Rockstar.

Como foi dito, a história de Read Dead Redemption 2 tem um apelo enorme. Por conta disso, alguns jogadores passaram a repudiar nomes como O’Driscoll e Pinkerton. Até aí, tudo bem. O grande problema é que o nome Pinkerton pertence a uma empresa real.

De acordo com as informações do caso, a empresa Pinkerton Consulting & Investigations resolveu entrar em uma briga legal com a Rockstar Games e a Take-Two Interactive, sob a alegação de que a Red Dead Redemption 2 faz uso da marca da empresa sem autorização e que a história do game retrata a “Pinkerton” como uma grande vilã, manchando o nome da organização.

Em sua defesa, a Rockstar Games alegou que o uso do nome está protegido pela primeira emenda, pois o game foi baseado em fatos históricos. Ademais, a empresa pontuou que o nome Pinkerton já foi utilizado em diversas obras, como o filme “The Long Riders” e a canção “Ballad of a Wall-Known Gun”, de Elton John.

Por fim, trata-se de um caso curioso e, dado o sucesso alcançado por Red Dead Redemption 2, a situação poderá alcançar uma repercussão ainda maior. De qualquer forma teremos que aguardar para ver no que essa história vai dar.


Yohan Bravo