Dragon Ball Z: Kakarot e os furos no roteiro de Akira Toriyama

Quem já experimentou o excelente Dragon Ball Z: Kakarot sabe muito bem que o game fez um ótimo trabalho ao reapresentar a história de Dragon Ball Z. A aventura detalha diversas passagens do game e se apresenta como uma experiência perfeita para quem é realmente fã do lendário anime (e mangá). No entanto, esse “detalhamento acentuado”, feito pelo game, acabou despertando atenção de alguns players para certos furos presentes nos roteiros de Akira Toriyama.

O novo membro da equipe da GamesMAX, Sir Arthuro (que está jogando o game com olhares atentos) destacou uma passagem na qual “o Goku do game” faz uma piada com a personagem Launch. Confira…

O detalhe a ser ressaltado é o fato de que o senhor Toriyama já assumiu que retirou a personagem Launch da história de Dragon Ball Z por ter se esquecido dela. Daí, o game faz piada ao dizer: “Launch! Há quanto tempo. Alguém esqueceu de você?…”.

Outra passagem do game explica uma questão que muitos fãs sempre levantaram em relação ao anime e que jamais foi explicada devidamente pelo autor: por que há personagens “meio-humanos, meio-animais”?

Segundo uma quest de Dragon Ball Z: Kakarot, as pessoas no universo de Dragon Ball começaram a consumir uma substância chamada “animorfalina”, que transformava todos em “meios-humanos”. Por um tempo, esse droga foi uma febre entre os humanos.

Porém, quando a moda passou, muitos voltaram a ser humanos e isso justifica o fato de que, ao longo do anime, a gente vai vendo mais humanos e poucos “meio-humanos”. Aliás, os meio-humanos que restaram tomaram uma droga produzida pela Red Ribbon que era mais forte e, por esse motivo, não conseguiram voltar ao normal.

Resumindo, Dragon Ball Z: Kakarot pode não ter caído nas graças de todos os gamers, mas, sem sombra de dúvidas, é uma experiência imperdível para quem é fã de Dragon Ball Z (tanto do anime quanto do mangá). Vale a pena conferir!

Yohan Bravo