Death Stranding: diretor de Mad Max não poupa elogios ao game

Parece que Death Stranding continua encantando todas as pessoas que se deparam com o título… O projeto do lendário Hideo Kojima continua roubando as atenções e fazendo grandes nomes, de diversas mídias, “rasgarem elogios”. Dessa vez, George Miller, responsável pelos filmes da franquia Mad Max, não mediu as palavras…

O curioso é que as declarações do cineasta foram exibidas com orgulho pelo próprio Kojima, através de um tweet. Confira…

No vídeo, Miller fala sobre a evolução cultural e sobre novas ideias que, “frequentemente são provocadoras, frequentemente mudam, de alguma forma, a norma. Mas não existe evolução a não ser que isso aconteça. Isso é a história de toda a criatividade. E penso que é a isso que reagimos, é pelo que ansiamos.”

“O talento que vejo nos grandes realizadores de filmes também vejo agora no trabalho de Kojima. Toda a linguagem visual, a sintaxe, as imagens apelativas, está tudo lá para dar à audiência uma experiência intensa”, disse o cineasta.

Apesar dos elogios, Miller tocou em um ponto que venho citando já faz um bom tempo: “o risco é as pessoas não o aceitarem, de certa forma é radical, mas claro, o lado bom é que muda o meio no qual trabalha”.

É inegável que Death Stranding é diferente. Não é preciso observar muito para saber disso. O problema é como essa diferença será interpretada pelos players. Afinal, não faltam relatos de grandes inovações que surgiram no mundo, mas foram rejeitadas, por serem drásticas demais.

Death Stranding será lançado no dia 08 de novembro para o PS4.

Yohan Bravo