Capcom explica a “recriação de Jill Valentine”, para o Remake de Resident Evil 3

Ontem, 25 de fevereiro, a Capcom resolveu mexer com o coração dos fãs ao divulgar novas informações acerca do aguardado Resident Evil 3 Remake. Essas informações levaram o pessoal da IGN a realizar uma entrevista com Peter Fabiano, produtor do game. E um dos grandes destaques desse “bate-papo” foi a explicação de como a heroína Jill Valentine foi “recriada”.

“Então, quando você olha para o original, [Jill Valentine] precisava se encaixar nas capacidades gráficas da época. Quando estávamos pensando [no remake] e reconstruindo Raccoon City inteira, decidimos utilizar fotogrametria e tornar o visual tão real quanto possível […] queríamos nos assegurar de que Jill caberia neste contexto. Portanto, você verá os resultados ao olhar para Jill dentro da reimaginação que trazemos aqui. Assim como também há muito da Jill que amamos nela. Isso fica mais claro, principalmente, pela atuação e captura de movimentos”.

Além da questão do visual, o game também irá “humanizar” a personagem, trazendo-a para longe do esterótipo de “super policial”, que marcou a heroína no passado. Ainda assim, os ajustes a tornarão bem preparada para tudo aquilo que está por vir…

“Na essência, é um jogo de sobrevivência e terror, certo? Queremos manter esses elementos e… [mostrar] que Jill consegue passar por situações extremamente difíceis”, concluiu o produtor.

Resumindo, a Jill Valentine do Resident Evil 3 Remake será uma mescla daquilo que sempre cativou os fãs com uma nova visão, muito mais realista. Resident Evil 3 Remake será lançado no dia 03 de abril, para PS4, Xbox One e PC. Daí, poderemos ver se amamos ou não a “nova Jill”.

Yohan Bravo