Call of Duty: Modern Warfare culpa a Rússia por evento histórico de autoria dos EUA

Mais uma vez, Call of Duty: Modern Warfare se transformou em notícia por conta de uma polêmica. Há algum tempo, o jogo foi criticado por “enaltecer” o fósforo branco (uma arma de guerra terrível). Agora, o jogo pecou ao atribuir a culpa de um ataque de 1991 a uma nação que sequer participou do conflito.

Em determinado momento, durante um dos eventos do game, a trama faz referência a um ataque brutal dos russos contra os iraquianos, durante a Primeira Guerra do Golfo, em 1991. Contudo, esse ataque infame jamais poderia ter sido de autoria da Rússia. Afinal, o país europeu sequer participou do conflito.

Obviamente, atribuir a culpa à Rússia, quando os responsáveis pelo ataque foram os americanos, realmente “não pegou bem”. E, claro, a polêmica cresceu rapidamente. Até o momento nenhum representante da Activision ou da Infinity Ward se pronunciou sobre o assunto. Resta saber se a questão não causará problemas maiores.

Yohan Bravo