Beat ‘em up: relembrando os lendários jogos de “andar e bater”!

Se há uma coisa que faz o mundo dos games ser tão especial é a grande variedade de gêneros. Afinal, por esse motivo encontramos, dentro de um mesmo universo, um infindável número de alternativas que garantem a diversão para todos os jogadores. No entanto, existem alguns gêneros que, de certo modo, foram deixados de lado, como os “jogos de navinha” ou os nossos amados Beat ‘em up.

Como eu adoro reviver momentos que marcaram a história dos games e a infância e adolescência de muitos veteranos, resolvi criar um post cheio de nostalgia. Pois é! Hoje eu irei reviver a lendária época dos jogos Beat ‘em up. Sim, falaremos sobre clássicos que embalaram horas de fortes emoções nos fliperamas e nos consoles de mesa do início da década de 90. Então, se você guarda boas lembranças dessa época não deixe de conferir, porque só vou falar de clássicos da pancadaria. Vamos começar essa homenagem?

O que é o gênero Beat ‘em up?

Os jogos do gênero Beat ‘em up dominaram o mundo dos games no fim da década 80 e meados da década de 90. Como característica principal, esse jogos possuíam um conceito muito simples que, aqui no Brasil, era resumido como “andar e bater”. Também conhecidos como brawlers ou “jogos de briga de rua”, os games Beat ’em up encantavam por sua simplicidade e pelas aventuras que, em modo cooperativo, ficavam ainda mais divertidas.

A fórmula dos jogos Beat ‘em up, como sugere a ideia de “andar e bater” consistia em colocar os jogadores no controle de personagens icônicos em cenários 2D. Esses personagens deveriam caminhar pelo cenário e “descer o braço” (ou, em alguns casos, “passar a faca”, “meter bala”, etc.) em hordas de inimigos.

Aliás, é sempre bom destacar que o ponto definidor de um jogo Beat ‘em up é o combate corpo a corpo. Isto é, mesmo possuindo a opção de usar armas de fogo ou armas brancas, era a “pancadaria” que contava no fim de tudo.

Para completar, as aventuras eram marcadas por grandes fases divididas em cenários menores ou etapas. E claro, um jogo Beat ‘em up não poderia ser classificado assim se no fim dessas fases não tivéssemos que derrotar um chefão bem complicado. Resumindo, “andar e bater” era a fórmula da diversão…

A história dos jogos Beat ‘em up

Como eu havia destacado, o fim dos anos 80 e a primeira metade da década de 90 foram a era de ouro dos jogos Beat ‘em up. No início, esses games eram bem simples, sem muitos movimentos e com cenários sem profundidade. Como exemplo, temos o game Kung-Fu Master, de 1984. Esse jogo é conhecido como um dos primeiros jogos Beat ‘em up da história.

Apesar de termos outros títulos que evocam boas lembranças para muitos jogadores e mesmo tendo o jogo Renegade como o primeiro a inserir a profundidade nos cenários, foi em 1987, com Double Dragon, que os jogos Beat ‘em up começaram a entrar na chamada era de ouro.

Seguindo a fórmula de Double Dragon e otimizando-a ao máximo, Final Fight, uma lenda do gênero, surgiu em 1989 para entrar para a história. Esse jogo definiu muitos dos padrões que caracterizaram o gênero Beat ‘em up e se tornou o parâmetro para os jogos que vieram na sequência.

Depois disso, a febre dos jogos Beat ‘em up tomou a indústria dos games de uma forma surreal. Todavia, é impossível dizer que todos os games eram bons. Alguns apenas seguiram a fórmula de sucesso, sem oferecer muito mais do que isso. Por esse motivo, mesmo com centenas de jogos nesse gênero, a lista de clássicos genuínos não chega a ser tão grande assim.

As lendas do Beat ‘em up

Durante a era de ouro dos jogos Beat ‘em up, tivemos o nascimento de algumas lendas. Esses games continuam nas memórias dos jogadores e, geralmente, conseguem garantir muitas horas de conversas entre os mais veteranos.

Para começar, temos Double Dragon, o game que deu início à era de ouro. Sinceramente, o jogo foi importante, mas foi superado por outros games do gênero, inclusive pelo próprio Battletoads e Double Dragon, de 1993. Essa aventura era incrível!

Já que estamos falando das lendas, Final Fight é outro nome que jamais pode ser esquecido. O game havia sido idealizado para ser uma sequência de Street Fighter, mas o projeto tomou outro rumo e os fãs agradeceram por isso. E mais, podemos dizer que esse jogo sintetiza todo o conceito do gênero Beat ‘em up. Logo, quando uma pessoa não souber como funciona esse gênero, apresente-a a esse game.

Captain Commando, lançado em 1991, é mais uma aventura que não pode ser esquecida. Com personagens muito interessantes e muita luta, essa aventura se tornou um ícone do gênero, sendo reverenciada até hoje. Ademais, não podemos deixar de relembrar do lendário Streets of Rage, uma game exclusivo do Mega Drive que marcou época.

Por fim, o lendário Cadillacs And Dinosaurs, de 1993, é a lembrança que encerra a nossa lista de lendas. Esse game se tornou um ícone do gênero, sendo idolatrado por uma legião de fãs dos jogos de arcade. Realmente, esse é um clássico cult inesquecível.

Mas o Beat ‘em up morreu?

Assim como acontece com a frase “Rock is Dead” (o Rock está morto), é possível questionarmos se o gênero Beat ‘em up deixou de existir. Sua era de ouro passou e já faz um tempo que não temos novidades no gênero. Todavia, após a era de ouro ainda tivemos alguns games de sucesso.

No PS1, tivemos alguns jogos dentro desse gênero, com destaque para o famoso Jackie Chan Stuntmaster. Além disso, o jogo Viewtiful Joe, do PS2 também apresentava uma construção que evocava aos grandes clássicos do gênero.

Obviamente, como a fórmula era limitada e muitos jogos foram gerados com ela, era mais do que natural ver os jogos do gênero Beat ‘em up se tornando cada vez mais raros. Ainda assim, de vez em quando surge algum exemplo interessante para os veteranos.

Nesse caso, podemos citar o game Shaq Fu, cuja nova versão supera o esquecível game de 1994 e entrega uma aventura no melhor estilo Beat ‘em up. E sim, nunca podemos esquecer de que o game Streets of Rage 4 já foi prometido, ou seja, muito em breve, uma das lendas do gênero irá retornar para garantir mais algumas sessões de pancadaria.

Aplausos para os jogos Beat ‘em up

Como pôde notar, e como você deve se lembrar, os jogos do gênero Beat ‘em up foram muito importantes durante uma boa época da história dos games. Até hoje eu me lembro de dedicar horas a games como Captain Commando e Final Fight. E você deve se lembrar também, não é mesmo?

Portanto, os jogos do gênero Beat ‘em up foram realmente muito importantes para muitos jogadores. As aventuras marcaram época e conseguem gerar altos papos sobre os bons tempos de um passado glorioso. Sendo assim, não deixe de compartilhar o post para levarmos essa discussão para muitas pessoas. E mais, não deixe de falar sobre as suas memórias dessa época cheia de socos e pontapés. Até a próxima!

Yohan Bravo