Adolescente viciado em games é encontrado morto após maratona de jogos

Não faz muito tempo, a OMS (Organização Mundial de Saúde) reconheceu o vício em games como uma doença. De lá para cá, já tivemos vários relatos de pessoas sofrendo com essa patologia e notícias de ações voltadas a promover o tratamento dos pacientes. No entanto, os casos trágicos ainda insistem em acontecer…

Dessa vez, o vício em games vitimou o jovem tailandês Piyawat Harikun, de 17 anos. Conforme relatam os pais, o garoto sempre teve o costume de se dedicar a longas maratonas diante da tela dos video games. Porém, no último fim de semana, o garoto foi encontrado morto.

De acordo com os laudos médicos, o garoto teve um derrame cerebral causado pela exaustão. O garoto jogou por horas sem descansar durante a noite inteira. O pai disse que Piyawat era um garoto esperto, mas a questão dos jogos o prejudicava muito.

Concluindo, em qualquer esfera da vida, os excessos sempre são perigosos. Para quem não tem o discernimento para agir de forma equilibrada, tudo pode ficar ainda mais complicado. Infelizmente, a humanidade só passa a entender que determinada ação é um problema quando casos trágicos começam a acontecer. O vício em games é real e perigoso. Descanse em paz Piyawat.

Yohan Bravo